quarta-feira, 29 de maio de 2013

Coronel do Bombeiros usava viatura e tinha motorista à disposição para orgias

Adilson Perinei usava viatura oficial dirigida por membro do Corpo de Bombeiros para levar mulheres, algumas até menores, a motéis durante o expediente, em 2010

ADRIANA CRUZ

Rio - Para levar mulheres, algumas até menores, a motéis na viatura oficial do Corpo de Bombeiros durante o expediente, em 2010, o coronel Adilson de Oliveira Perinei contava até com motoristas da corporação.

Eles relataram em depoimentos à Justiça que ficavam nas proximidades esperando a hora do 'resgate'. Como a coluna Justiça e Cidadania publicou nesta sexta-feira, o oficial foi absolvido na Auditoria de Justiça Militar por quatro coronéis por ter usado o veículo para cometer crimes. A juíza Ana Paula Figueiredo foi a única que votou pela condenação. 

Os oficiais alegaram que, como a viatura era descaracterizada e estava à disposição de Adilson, poderia ser levada para qualquer lugar. "Isso é um absurdo. No serviço público, ninguém pode fazer o que bem entende. O crime de peculato está caracterizado e o corporativismo imperou nesta decisão", avaliou o criminalista Luiz Flávio Gomes. 

Para reverter a absolvição do coronel no julgamento dos oficiais, o promotor Bruno Guimarães vai recorrer ao Tribunal de Justiça. "É escandalosa a falta de punição. O coronel só tinha permissão para usar o carro em serviços administrativos, como visitar outro quartel, e ser pego e levado para casa", protestou Guimarães. 

Nesta terça-feira O DIA procurou o comandante do Corpo de Bombeiros, Sérgio Simões, mas a assessoria de imprensa informou que o oficial não falaria sobre o assunto. "Esse tratamento que privilegia coronéis não deveria existir. Onze praças foram excluídos porque reivindicaram melhores salários. Mas aí os coronéis entenderam que usar o carro da corporação para cometer crimes não denigre a imagem dos bombeiros?", questionou o presidente da Comissão da Defesa Civil da Alerj, Flávio Bolsonaro, do PP. 

Se na Auditoria de Justiça Militar, Adilson saiu incólume, na 3ª Câmara Criminal, foi condenado a 19 anos e quatro meses de prisão pelos crimes de favorecimento a prostituição e por ter fotos de sexo envolvendo menores.

Extraído de: http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2013-05-29/coronel-tinha-motorista-a-disposicao-para-orgias.html

2 comentários:

  1. UM coronel bombeiro foi condenado apesar de EM JUIZO a menor declarar que enganou o coronel,existem provas CABAIS que a menor usavadocumentos falsos,existem o depoimento da mãe da menor registrou em delegacia em 2008,que a filha usava documentos falso para se passar por uma mulher de 19 anos(DEZENOVE ANOS),quando a mesma tinha 13 anos em 2008,era usuária de drogas,andava com pessoas armadas,a mãe da menor declarou em juízo que sua filha já vivia maritalmente com um homen de 31 anos de idade a mais de dois anos,fala-se sobre um pen-drive em questão que alegam ser de posse do coronel bombeiro,ninguém foi identificado,não se sabe dia nem hora,nem local,nem meio de execução,não foi encontrado ninguém que supostamente estivesse naquele pen-drive,não existe depoimento de ninguém em juízo,aquilo ao que tudo indica foi uma armação pra pegar alguém pra boi-de-piranha,QUE JUSTIÇA É ESSA?Pode alguém ser condenado,tem sido enganado?SOU A FAVOR DA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL,ONDE UMA PESSOA QUE AOS TREZE ANOS TEM VÁRIOS DOCUMENTOS FALSOS,passando-se por 19anos,aos 15anos e 08meses PODE PARECER CRIANÇA?A mesma na época(A MENOR),que estava com ele no dia do ocorrido,Não se leva em conta a conduta da vítima?O coronel bombeiro é do estado do rio. A INJUSTIÇA PEDE JUSTIÇA.

    ResponderExcluir
  2. você está certo .há várias observações do caso do coronel perinei: primeiro : no processo consta que a menor foi presa 3 vezes com documentos falsos e confirmado pela mãe. o coronel pediu os documentos . segundo : a outra menina que se dizia menor ,falou em depoimento que só viu o coronel um vez e tem 19 anos e foi paga por gente de da região e tinha documentos confirmando a idade .terceiro:um possivel pen -drive , que se existisse alguma criança em posição sexual tranquilamente seria mostrado nas televisões no brasil inteiro.quarto: a empresa de televisão no local certo e na hora certa ,estranho ?? quinto :o coronel foi corregedor , expulsou muitos bombeiros milicianos , e, área em que houve o falso flagante é de milicianos.sexto :o perinei era forte candidato a comandante geral do cbmerj. setimo : as ongs contra a pedofilia para ter influência no governo , na midia e na população brasileira e ter prestigio não quiz saber de justiça real .oitavo:o falso flagante ,os polciais civis não mostraram nada para a impresa ,como as meninas ,o inventado pen- drive e outos fatos . nono:o cononel foi escolhido bode expiatório .

    ResponderExcluir