quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Após reunião, policiais militares do Ceará encerram paralisação

Policiais militares e bombeiros do Ceará decidiram, na madrugada desta quarta-feira, encerrar a greve das corporações no Estado. A decisão foi tomada em assembleia que reuniu representantes dos militares, do governo e do ministério público. As informações são da rádio CBN.

A reunião que resolveu o impasse da segurança pública cearense durou cinco horas.

Nesta terça-feira, criminosos aproveitaram a falta de policiamento em Fortaleza para promover arrastões na cidade. Lojas de rua e de shoppings de Fortaleza, como nas ruas Floriano Peixoto e Major Facundo, fecharam as portas ou reforçaram a segurança particular.

A Secretaria da Segurança Pública informou que a maior parte das denúncias sobre arrastões, que não são poucas, são boatos. Nas redes sociais e no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), são dezenas de relatos de supostas ocorrências de assaltos e arrastões. No início da tarde de ontem, a hastag #CaosEmFortaleza era uma das mais comentadas no microblog Twitter.

No sábado, o governador Cid Gomes decretou situação de emergência e solicitou tropas do Exército e Força Nacional que policiam o Ceará desde o Réveillon.

A 10ª Região Militar, do Exército Brasileiro, passou a responder pela Segurança Pública no Ceará, após cabos e soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros decidirem entrar em greve, na última quinta feira, 29, às vésperas do Réveillon.

Extraído de: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2012/01/04/apos-reuniao-policiais-militares-do-ceara-encerram-paralisacao/

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário