domingo, 8 de março de 2009

CORRUPÇÃO NA PM MS - Pela segunda vez, Coronel Ivan é denunciado por improbidade administrativa - PMMS


Pela segunda vez, Coronel Ivan é denunciado por improbidade administrativa

Chico Júnior

O MPE (Ministério Público Estadual), por intermédio da Promotora de Justiça do Patrimônio Público Social Filomena Aparecida Depólito Fluminhan, ingressou com ação por improbidade administrativa contra o deputado estadual José Ivan de Almeida (PDT) e mais dois oficiais da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Fernando Teixeira Oliveira e Jaime Lopes Flores.
.
Esta é a segunda ação contra o parlamentar por improbidade. De acordo com a ação, existem indícios de ilegalidades praticadas pela Comissão de Promoção de Oficiais da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul (CPO) na condução do processo de promoção do ano de 2005. O MPE considerou ilegais as promoções ao posto de capitão os oficiais Nerion Diovan Quincozes, Mario Angelo Ajala E Renaldo Meitso Nakazato Junior.
.
Eles podem ser condenados a indenizar o Estado pelos danos morais causados à Polícia Militar, perda da função pública, perda dos direitos políticos, pagamento de multa civil e ficam proibidos de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais.
.
Segundo o MPE, o Estatuto dos Policiais Militares do Estado de Mato Grosso do Sul assegura aos Oficiais do Quadro da PMMS o direito à promoção, de forma seletiva, gradual e sucessiva, o que se fará sob o amparo do princípio da hierarquia, preceito basilar das carreiras militares, e desde que o policial militar, praça ou oficial atenda às exigências legais. Em dezembro do ano passado, o MPE ingressou com ação contra o deputado e outros seis oficiais por promoções irregulares em 2002.
.
O Midiamax tentou entrar em contato com o deputado, porém, o mesmo não atendeu as ligações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário