sábado, 14 de fevereiro de 2009

PEC 300-2008 - MENDONÇA PRADO APÓIA PEC EM DEFESA DA PM

MENDONÇA PRADO APÓIA PEC EM DEFESA DA PM

O deputado federal Mendonça Prado, DEM/SE, manifestou apoio a Proposta de Emenda Constitucional número 300, de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP) que determina que a remuneração dos policiais militares dos estados não poderá ser inferior a da Polícia Militar do Distrito Federal, aplicando-se também ao Corpo de Bombeiro Militar.
.
A Casa Civil da Presidência da República promulgou a Lei nº 11.361, de 19 de outubro de 2006 e Lei 11.663 de 24 de abril de 2008 que melhorou a remuneração dos policiais militares e das carreiras de delegado de polícia, incluindo o Corpo de Bombeiro Militar, do Distrito Federal.
.
Assim, a PEC quer assegurar que os policiais das Unidades Federativas da União tenham esse mesmo benefício porque a maioria delas apresentam índices de criminalidade muito maiores do que o Distrito Federal. Nesses casos, a idoneidade física de seus policiais militares estão mais em risco.
.
Em Sergipe a ainda há uma defasagem muito grande na remuneração da polícia. Os militares estão insatisfeitos com a atual política salarial do governo que chega a ser inferior ao vizinho estado de Alagoas. “É preciso aproveitar a iniciativa louvável de Arnaldo Faria de Sá, para resolvermos definitivamente a questão salarial dos militares”, observou Mendonça.
.
Na sua PEC, o deputado Arnaldo Farias observa ainda que os Policias Militares dos estados não tem direito a FGTS, aviso prévio, pagamento de horas-extras, adicional noturno, filiação sindical e direito de greve. “Direito não assimilados esses que lhes afetam o bem-estar social e a própria dignidade. Além da injusta política salarial proporcionada a maioria dos policiais militares, é freqüentemente ameaçado e condenado a morte pelo crime organizado. Seu instrumento de trabalho é uma arma carregada e seu corpo um alvo visível e inconfundível pela farda, encontrável a qualquer da e hora”, justifica o parlamentar.

8 comentários:

  1. Assino como anônimo, porque infelizmente não sou ainda possuidor de uma conta no google, pois é muito nobre poder participar de comentários que constroem muito mais a cidadania de cada participante desse processo de revolução cultural, cujo o Brasil terá que sofrer se quiser ser mais respeitado mundo a fora.

    É muito gratificante quando percebemos que alguém que confiamos e elegemos para assumir uma cadeira no Legislativo Federal deste País, realmente não nos decepciona, e trabalha no intuito de melhorar a vida dos cidadãos que confiaram nele, pois mesmo sem ter votado nele, se está lé é porque alguém confiou, e por isso, louvo a sua atitude.

    A PEC 300/08, que trata inteligentemente da isonomia salarial dos policiais militares brasileiros, além de identificar os problemas sociais que ultrapassam o juramento feito perante o Pavilhão Nacional, eficazmente traz a necessidade e o grau comparativo com relação aos índices de criminalidade de cada Estado e das necessidades de cada corporação.

    Sinceramente, como cidadão espero que além de ser implantado, sirva também para melhorar o serviço policial como um todo neste País, que sofre com a perda desse serviço.

    Serão muitas famílias beneficiadas, não só as dos profissionais em questão, como também de todos os brasileiros que se beneficiarão com os esforços renovados, regados pelo avanço do poder aquisitivo de cada policial. Vivemos num mundo capitalista globalizado, sem nenhum medo de errar, digo que se não pagamos bem, não teremos serviço de qualidade, em nenhum sentido.

    Parabéns Deputado! Sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Eu, como militar e principalmente como cidadão só tenho que agradecer as esses nobres representantes que não são apenas mais um "deputado" mas sim verdadeiros representantes do povo.
    A PEC 300/08, que trata inteligentemente da isonomia salarial dos policiais militares brasileiros, além de identificar os problemas sociais que ocorrem dentro das intituições, se implantado irá beneficiar a família miliciana bem como a sociedade em geral.

    Nobres deputados, em Especial, deputado Arnaldo Farias e deputado federal Mendonça Prado, sucesso e que Deus sempre esteja iluminando as voces...

    ResponderExcluir
  3. Que bom se fôsse verdade a PEC 300,tem PMs e BMs que acreditam em historinhas da carochinha;tudo conversa fiada.

    ResponderExcluir
  4. SOU POLICIAL DO RIO,ONDE GANHAMOS UM DOS PIORES SALÁRIOS.ESSA PEC 300 VIRÁ EM BOA HORA.EU OTIMISTA E CREIO EM UM DEUS QUE FARÁ COM QUE ELA SAIRÁ,VERDADEIRAMENTE DO PAPÉL.UM ABRAÇO A TODOS IRMÃOS DE FARDA.A VITÓRIA É NOSSA EM NOME DE JESUS!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns aos nobres deputados, exemplos dignos de serem seguidos por seus pares.
    É uma vergonha a situação do quadro da segurança nacional. A diferença salarial é enorme quando comparadas algumas PMs ou BMs. Torço pela PEC 300 por acreditar que profissional bem remunerado, será sem dúvida bem motivado. TODAS as familias serão beneficiadas.

    ResponderExcluir
  6. Que DEUS ilumine a mente de nossos nobre deputados, e um agradecimento em especial a os deputados ARNALDO FARIA DE SÁ e MENDONÇA PRADO, PELO ESFORÇO QUE DEVERÃO SER LEMBRADOS SEMPRE PELA CLASSE POLICIAL MILITAR......

    ResponderExcluir
  7. È realmente ilustre de sua parte deputado Arnaldo faria,deputado Mendonça Prado e tantos outros que estão empenhados na PEC300,nòs militares e em particular,nós Bombeiros militares de pernambuco estamos torcendo e se mobilizando através de passeatas pacificas e esclarecedoras sobre a importância da aprovação pec300.Parabens e sucesso deputado Arnaldo Faria!!!

    ResponderExcluir
  8. E muito gratificante, percebermos q nos policiais militares estamos agora sendo valorizados pelos representantes do povo, pois ha muito tempo viemos sofrendo com a ditadura de governadores q em aproveitando de regulamentos e leis arcaicas, nos expoem a tratamentos vexatorios e achatamentos salariais. Sempre ouvimos este assunto de investimento em segurança publica, porem nunca no agente de segurança publica, como podemos fazer a segurança dos cidadaos, se nos mesmos nao temos segurança,na maioria das vezes, moramos de aluguel em bairros perifericos ou ate mesmo em favelas, lado a lado com aqueles os quais nos combatemos, tendo q fazer vistas grossas para os acontecimentos ilicitos, pensando em nossos familiares. E muito incompreensivel q um soldado passe um ano na academia estudando, ganhar menos q outros funcionarios publicos menos qualificados, mas q oculpam cargos de confiança, ou politicos, e o sargentos + um ano de academia, os oficiais+ 4 anos de estudos e mais alguns de graduaçao..., nao deixando de lado nossos colegas da policia civil, tambem pisoteados.obrigado senhores.

    ResponderExcluir