sexta-feira, 3 de outubro de 2008

INCÊNDIO NO PRÉDIO DO INSS E FALTA DE EQUIPAMENTO NO CORPO DE BOMBEIROS DE MT

INCÊNDIO NO PRÉDIO DO INSS E FALTA DE EQUIPAMENTO NO CORPO DE BOMBEIROS
Veja a notícia abaixo publicada no Diario de Cuiabá-MT:

Prédio do INSS volta a funcionar na 2ªQuatorze dias após incêndio ocorrido em 2 andares da torre, no Centro, atendimento será plenamente retomado. Causa do incidente ainda desconhecida
.
Fumaça produzida pelas chamas podia ser vista de diversos pontos da cidadeALECY ALVESDa ReportagemO atendimento no prédio do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), na avenida Getúlio Vargas, parado desde o dia 19 de setembro por causa de um incêndio que destruiu, somente voltará ao normal na próxima segunda-feira, dia 6. Por enquanto, os beneficiários do instituto que procuram a agência Centro, que funcionava no segundo andar, estão sendo atendidos parcial e precariamente no saguão (térreo) com a ajuda de três computadores que foram instalados provisoriamente no local.
.
Quem precisa recorrer aos serviços da agência Coxipó, instalada no terceiro andar, já estão dispondo de melhor atendimento, em relação à unidade central. Nesse pavimento praticamente todos os serviços foram restabelecidos, inclusive o sistema de informática, assim como no setor de perícia, cujo acesso fica na rua Batista das Neves. O mesmo não aconteceu no segundo andar, sede da agência Centro, onde os reparos necessários foram feitos, segundo a gerente Executiva Lucy Rosa da Silva, mas os técnicos ainda não conseguiram interligar os computadores à rede de informações do INSS.
.
Quatorze dias depois do incêndio, os quatro elevadores do edifício continuam parados. As escadas são o único meio para se chegar ao terceiro andar, o único que já está funcionando. O gabinete de Lucy Rosa e de seus assessores está funcionando improvisadamente no sobrado onde fica a Data-previ (cruzamento da avenida Getúlio Vargas com rua Batista das Neves), empresa pública responsável pelo processamento de dados da previdência. De acordo com Lucy Rosa, a causa do incêndio ainda é desconhecida. O INSS está aguardando o laudo técnico, previsto para ser divulgado na segunda quinzena deste mês. Ela disse que o prédio vinha recebendo manutenção adequada e não apresentava nenhum problema na rede elétrica.
.
INCÊNDIO – No início da tarde do dia 19 de setembro, de diversos pontos da cidade era possível ver a fumaça negra do incêndio que atingiu o prédio do INSS. O fogo começou no 11º andar e se alastrou pára o 12º. Com 17 andares, esse é um dos poucos edifícios de Cuiabá equipado com escada externa, um recurso que facilitou a fuga das pessoas – servidores que estavam no local - e evitou uma tragédia. Fora o pânico e o dano material, nenhum problema maior foi registrado. O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso não dispõe de escada magirus, apenas de escada mecânica, com alcance de apenas 27 metros de altura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário