segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Polícia Militar apreende 1,4 mil armas durante sete meses no Estado

Polícia Militar apreende 1,4 mil armas durante sete meses no Estado
Várzea Grande, 31/08/2008 - 20:30. Da Redação

Ações realizadas pela Polícia Militar de Mato Grosso resultaram na apreensão de 1.486 armas entre os meses de janeiro a julho de 2008. Em 2007, foram outras 2,2 mil apreendidas em operações, fiscalizações e abordagens de rotinas. A capital mato-grossense, Cuiabá, continua liderando as estatísticas de apreensões. Na área do Comando Regional I, foram retiradas de circulação um total de 458 armas. Na área do Comando Regional II (Várzea Grande, Poconé, Acorizal, Nobres e Acorizal) foram apreendidas outras 225.
.
O Comando Especializado – formado pela Rotam, Car, e a Coe – apreenderam outras 29. Na área de Sinop (CRIII), foram 213. Em Rondonópolis, 145. Na região Leste, o Comando Regional de Barra do Garças apreendeu 19. Na área de Cáceres (CRVI) foram outras 135. Na região Médio-Norte, em Tangará da Serra, outras 119 e no Comando Regional VIII, Juína, 43.
.
Somente na área de Cuiabá, o número de apreensões representa que, em média, que uma arma sai de circulação a cada 10 horas. Grande parte desse material, cerca de 60%, foi retirado das vias públicas durante abordagens. “É importante lembrar ao cidadão que o procedimento de revista é uma necessidade”, explica o comandante regional de Cuiabá, coronel Osmar Lino Farias. Prova de os procedimentos adotados estão corretos é a estatística de apreensão de armas realizadas no final de semana passado (dias 19 e 20 de agosto). Foram oito armas apreendidas em Cuiabá e outras seis armas na área de Várzea Grande. Uma delas se trata de uma pistola calibre 380 milímetros que foi encontrada em poder de um jovem de 22 anos, no bairro Jardim Cuiabá.
.
Na área do 9º Batalhão, região do Coxipó, em um prazo inferior de doze horas, foram realizados três flagrantes com a apreensão de duas armas de fogo e na recuperação de um veículo. Na área do Comando Regional I já foram realizadas mais de 70 operações, principalmente aos finais de semana quando se registra maior número de ocorrências envolvendo acidentes de trânsito e crimes contra a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário