terça-feira, 19 de agosto de 2008

Agência Central de Inteligência da PM discute planejamento estratégico


Agência Central de Inteligência da PM discute planejamento estratégico
Várzea Grande, 18/08/2008 - 13:51.

Da Redação de o Documento

Foi realizada na manhã desta segunda-feira (18.08) a solenidade de inauguração das novas dependências da Agência Central de Inteligência (ACI), no Comando Geral da Polícia Militar, e também teve início o seminário "Planejamento Estratégico da Agência Central da Inteligência: Novos Rumos e Grandes Desafios", que irá definir o plano de atuação para os próximos anos. O evento será realizado até o dia 20 de agosto.

"Nenhum governo teria condições de atuar sem a utilização de sua área de inteligência. Todo os organismos necessitam de apoio para o pleno desenvolvimento. Ações sempre baseadas na ética", afirma o diretor da Agência Central de Inteligência (ACI), coronel Jorge Roberto Ferreira.

A Agência Central coordena os trabalho do Disque-Denúncia (que funciona por meio do 0800-653939) durante 24 horas. As ligações podem ser realizadas de qualquer cidade dentro do território nacional. Ao longo de oito anos de existência já foram realizados mais de 500 prisões (direta e indiretamente) com auxílio do serviço. Em 2008, já foram realizadas mais de 720 denúncias a Polícia Militar de Mato Grosso, sendo que 80% desse montante diz respeito a ação de traficantes.

Durante a solenidade de abertura, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado, ratificou a importância do trabalho conjunto entre as polícias em prol da sociedade. Ele informou ainda que a ACI irá receber aparelhamento logístico (mobiliário e viaturas) para continuar exercendo suas atividades.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Antônio Benedito Campos Filho, salientou a importância da atividade já que as grandes operações realizadas pela PM são embasadas em investigações e levantamentos realizados pela Agência Central de Inteligência.

Ainda durante a solenidade, foi autorizado a elaboração do Edital para o preenchimento de 40 vagas no curso de "Inteligência Básica". Serão 40 vagas, sendo que 30 serão disponibilizadas para os oito Comandos Regionais (Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra e Juína). As dez restantes serão dirigidas a profissionais da área de segurança pública que não pertençam ao quadro de servidores da Polícia Militar.

Participaram da solenidade, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado, o comandante geral da PM,coronel Antônio Benedito Campos Filho, a comandante geral adjunta da PM, coronel Lílian Vieira, o secretário adjunto de Justiça, tenente coronel Zaqueu Barboza, os comandantes regionais de Cuiabá, Várzea Grande e Cáceres, respectivamente os coronéis, Osmar Lino Farias, Pedro Sidney Figueiredo de Souza, e José Rodrigues.

Estiveram presentes ainda o corregedor geral da Polícia Militar, coronel Francisco Raimundo, o gerente de Inteligência da Polícia Judiciária Civil, delegado Gerson Pereira, e o superintendente da Polícia Técnica (Politec), Antônio Carlos.

FONTE: Jornal Documento - www.odocumento.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário