segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Apesar de protesto, policiamento ordinário é mantido em Rondonópolis -

Apesar de protesto, policiamento ordinário é mantido em Rondonópolis -

Várzea Grande, 04/08/2008 - 13:12.

Da Redação de o documento

A Polícia Militar de Mato Grosso vem a público esclarecer que o policiamento ordinário (preventivo e ostensivo) na cidade de Rondonópolis (218 km de Cuiabá) está sendo mantido. Desde o final de semana representantes da Associação da Família Miliciana da Região Sul realizam protestos em frente ao Comando de Operações (Copom). No sábado pela manhã (02.08) chegaram a murchar os pneus de dez viaturas, mas os trabalhos foram mantidos com apoio de veículos do Comando Regional I.
.
A manifestação vem sendo realizada por grupo de esposas de policiais que são contrárias ao percentual de realinhamento salarial (30% a ser pago em três vezes) que foi apresentada pelo Governo do Estado. O projeto, antes de ser encaminhado a Assembléia Legislativa, foi amplamente discutido.
.
O comandante geral da Polícia Militar,coronel Antônio Benedito Campos Filho, informa ainda que a ação se concentra apenas nesse município e não expressa o sentimento legítimo dos demais grêmios representativos dos policiais que são favoráveis a proposta do governo. A mensagem 34/2008 já estava na Assembléia Legislativa de Mato Grosso e deverá entrar na pauta de votações de terça-feira (05.08). coronel Campos Filho informou ainda que não houve o registro de nenhum falta da tropa, o que configuraria em prejuízos a população da cidade.
.
O secretário de Justiça e Segurança Pública, que se encontra cumprindo agenda de trabalho fora de Mato Grosso, declarou que o "Governo do Estado sempre tratou a questão de maneira pacífica, jamais se negando ao diálogo". Em respeito a tropa, o comandante geral da Polícia Militar e o secretário chefe da Casa Civil, Eumar Novacki, estão em Rondonópolis, e já estiveram reunidos na manhã de hoje com representantes da Associação, na sede do 5º Batalhão da PM, em Rondonópolis.
.
FONTE: http://www.odocumento.com.br (Visite o site e acesse outras notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário